Guardião de sonhos

Tenho duas crianças em casa e um cão, e quando li este artigo achei que o devia partilhar pois na verdade está muito bem escrito!
Há quem os considere melhores amigos, quase irmãos, até mesmo almas-gêmeas e de facto há algo de muito forte na relação entre uma criança e o seu animal de estimação.
A Raposa ensinou ao Principezinho: ” Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas”. Inconscientemente, uma criança aprende a importância de ser necessária, de ser verdadeiramente responsável por um ser que depende do seu cuidado, dedicação e amor. Como reconhecimento, recebe a recompensa inestimável da amizade e lealdade desmedidas.
Criam uma cumplicidade enternecedora, um jogo de sombras em que nunca se percebe quem persegue quem. Vivem um mundo só deles onde partem à aventura em expedições arrojadas, seja em busca de um tesouro de piratas enterrado na praia, seja das bolachas escondidas no armário da cozinha. Partem juntos, independentes e destemidos, desafiando-se sempre a ir mais longe e ser melhores.
Ao contrário de nós Pais, os animais não questionam, ouvem; não julgam, aceitam, e conseguem sempre ver o que há de melhor em cada um. Quem sabe se movidas pelo desejo de não desiludir essa fé tão ingénua na sua bondade, as crianças com animais tentam realmente ser pessoas melhores.
Entregam sem medos, sem vergonhas o seu coração em bruto, e partilham com esperança e com uma coragem renovada os mais tímidos desejos com os seus melhores amigos, os seus guardiões de sonhos.

Fonte: Up To Lisbon Kids®

Blue Eyes

Comente com o Facebook:

Siga-nos por email

Insira o seu email:

Entregue por FeedBurner